Implante de prótese de silicone nos seios – Preço, Qual tamanho? Tipos de prótese. Detalhes sobre a cirurgia!

A prótese de silicone para mamas é uma cirurgia cada vez mais comum entre as mulheres que se sentem insatisfeitas com o tamanho dos seios.   O implante precisa ser escolhido com cautela e muita pesquisa para evitar frustrações, afinal, são vários tipos, tamanhos e valores para combinar com cada desejo.

O valor da prótese de silicone varia conforme a marca e tamanho custeando de  R$ 1.900,00 a R$ 2.500,00. A cirurgia plástica completa é de R$ 3 mil a R$ 7 mil dependendo da escolha do médico cirurgião.  Deve estar incluso no preço o anestesista e o valor da prótese, pode-se acrescentar também o custo de internação no hospital – caso seja necessário.

TIPOS DE SILICONE – QUAL É O CERTO PARA VOCÊ?

São mais de um tipo de silicone que podem ser escolhidos. A cirurgia plástica ajuda não somente a aumentar os seios como também a remodelar as mamas para um contorno corporal mais desejado com o pedido da cliente.

As opções são:

Próteses cônica

A prótese cônica ajuda a deixar os seios com um formato menos arrendado e com a sensação de empinados,  assim como naturalmente acontece com pessoas que tem mamilos menores e jovens.

Prótese Redonda

A prótese arredondada acentua o volume dos seios principalmente e é recomendado principalmente para pessoas que tem cinturas não tão finas, assim fica com o corpo bem modelado.

A escolha do tipo de prótese varia muito conforme o gosto pessoal de cada mulher e precisa ser muito bem analisado antes de dar a decisão final.

QUAIS SÃO OS TAMANHOS DE PRÓTESE?

O mais difícil no momento de decidir por uma cirurgia plástica de implante de silicone é o tamanho da prótese a ser colocada. Cada mulher tem características diferentes e que precisam ser respeitadas no momento da escolha, a orientação de um médico cirurgião plástico ajuda muito na escolha final.

A largura do tórax, altura, presença de flacidez na mama e até o estilo de vida da paciente são fatores que precisam ser levados em consideração no momento da escolha do tamanho. Por isso é preciso deixar muito claro na consulta qual é a variação que você quer adotar.

As próteses são colocadas com base em litros de silicone. Por tanto você vai encontrar tipos de prótese de 200, 300ml até 500 ml  – que se encaixaria no alto padrão.

SAI DE UMA GRAVIDEZ, QUAL É O TAMANHO DA MINHA PRÓTESE?

Para realizar uma cirurgia de implante de prótese mamária deve-se primeiro deixar de amamentar. O processo de gravidez e amamentação pode ser extremamente danoso a estética dos seios,deixando-os flácidos, caídos e menores.

É  preciso ter certeza de qual é a condição final de seus seios após o processo de gravidez.

Além disso, emagrecimento rápido e efeitos sanfonas contribuem para a mesma situação, nestes casos geralmente as próteses são maiores.

Após ter filhos o momento ideal é de 6 meses após o termino total da amamentação. Assim, poderá ter um período de recuperação mais estável e sem tanto sofrimento causado pela sensibilização das mamas durante o pós parto.

CONTRAINDICAÇÕES DA CIRURGIA

Para que a sua cirurgia mamária tenha sucesso é preciso respeitar algumas restrições para que tudo saia de acordo. Em alguns casos é necessário esperar um pouco para estar em condições favoráveis à plástica.

  • Grávidas ;
  • Mulheres em pós parto ou que estão amamentando;
  • Portadoras de doenças hematológicas ou imunodepressoras;
  • Quem tem câncer de qualquer tipo;
  • Quem tem histórico de câncer de mama;
  • Quem sofram doenças cardiovasculares;
  • Menores de 16 anos.

O QUE LEVAR EM CONSIDERAÇÃO NO MOMENTO DE FAZER UM IMPLANTE DE SILICONE

O aumento das mamas precisa ser muito bem avaliado pela mulher para que ela esteja muito segura da sua decisão, afinal, isso pode colocar em risco a saúde e prejudica até na recuperação.

Por tanto, aqui segue alguma das dúvidas mais comuns em relação a esse tipo de cirurgia para que você possa ter mais certeza sobre sua vontade de implantar seios postiços.

1 – PARA MELHORAR A AUTOESTIMA

O aumento das mamas e remodelação dos seios reflete diretamente na autoestima da mulher e se é isso que você está procurando, certamente terá resultados definitivos para este fim.

2 – FICA NATURAL?

A cirurgia com o auxilio de um bom médico fica muito natural, as pessoas podem até não perceber que você colocou silicone. Algumas podem notar diferenças porque te conheciam antes, mas não irá ficar com resultados anormais.

A única coisa a fazer é escolher juntamente com um cirurgião plástico o tamanho e modelo certo para o seu tipo de seio e formato de corpo, assim tudo vai ficar muito natural.

3 –  COMO FICA A SENSIBILIDADE DOS SEIOS APÓS O SILICONE?

Muitas das mulheres tem medo que a sensibilidade dos seios altere demais após a cirurgia de silicone. Logo após a cirurgia é comum ocorrer aumento da sensibilidade, mas logo nas primeiras semanas tudo passa a se normalizar.

4 – FICAREI COM CICATRIZES

A cicatriz da mamoplastia fica localizada ou na aréola do mamilo, ou abaixo do seio ou então na axila. Todas elas são muito discretas e é muito difícil reconhecê-las.

5 – POSSO TER REJEIÇÃO DA PRÓTESE?

O material utilizado para enchimento da prótese é de silicone artificial e sintético, no entanto o revestimento é muito incomum que haja rejeição pelo organismo. É preciso ter garantido  a qualidade da prótese escolhida e se certificar que o produto não vá causar nenhum tipo de alergia ou danos à saúde da mulher.

COMO SÃO COLOCADAS

A prótese de silicone pode ser colocada por cima ou por baixo do músculo peitoral. Quando colocada por cima ela fica um pouco mais marcada e visível. já a abaixo dá um ar mais natural no entanto não deixa os peitos tão firmes (o que pode ser facilmente resolvido com a escolha do formato cônico).

Agora que você já sabe muito sobre a cirurgia plástica para implante de silicone certamente terá mais certeza sobre se o investimento vale a pena. Para ter mais detalhes você deve realizar uma consulta com um médico especializado, só assim poderá simular resultados e ver com seus próprios olhos os efeitos de um implante.

Fonte: Nursing

Tags:

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *